quarta-feira, 10 de julho de 2019

Morre o Jornalista Paulo Henrique Amorim

Olá Gurias e Guris! Tudo Okay?

Hoje começo o dia com a chocante notícia da morte do jornalista Paulo Henrique Amorim.
Quem me acompanha nas minhas outras redes sociais sabe que nesse momento estou enfrentando um período de luto. E o que eu não compartilho com vocês é que não tem sido fácil.
É chocante quando é inesperado, a pessoa está bem em um momento e no seguinte não está mais aqui. A recente declaração, no mínimo polêmica, de Paulo Henrique Amorim sobre "desejar" a morte breve do presidente acrescenta algo em todo esse sentimento. Trás algo de Black Mirror ou melhor de Além da Imaginação. 
Tudo isso já está me deixando mais pensativa (de forma dolorida) com relação ao meu próprio luto. Meus sentimentos à família por que sei o quanto esse momento é doloroso.

Fonte.

Espero que tenham gostado.
Não esqueçam de deixar seus comentários.

 Facebook |  Twitter |   Youtube |  Instagram: @blondelovespink
segunda-feira, 15 de abril de 2019

Notre-Dame em chamas

É em lágrimas que escrevo esse post. É uma semana Santa das mais tristes e trágicas.

A Catedral de Notre-Dame foi construída entre 1163-1345. Foram 856 anos de história agora destruídos pelas chamas. Uma linda obra de arte da arquitetura.  
Muitos devem conhece-la pela história do Corcunda de Notre-Dame
Quando Victor Hugo escreveu o livro Notre-Dame Paris ou O Corcunda de Notre Dame  era a época da renascença e construções medievais eram consideradas vulgares e feias. Assim muitas construções medievais estavam em ruínas e era também o caso da Catedral de Notre-Dame
Em 1829, porém, a igreja de Notre-Dame estava em ruínas: a catedral tinha sido usada como uma fábrica de pólvora durante a Revolução Francesa e ficou seriamente danificada. Logo, suas grandes pedras foram destinadas à construção de pontes pela cidade. Victor Hugo temia que, assim como muitas estruturas góticas de Paris, logo a Notre-Dame seria demolida. Assim, ele decidiu fazer algo. fonte
Victor Hugo  alarmado com o possível fim/demolição de tão bela construção decidiu fazer algo. E assim hoje temos essa linda e trágica obra literária: O Corcunda de Notre-Dame. O livro de Victor Hugo ajudou a salvar a Catedral.   

A Catedral conseguiu resistir a Renascença, Revolução Francesa, A Duas Guerras Mundiais, a Ocupação Nazista ao tempo... Mas não conseguiu resistir à França Moderna. 
A destruição, pelas chamas, da bela Catedral de Notre-Dame é uma perda para todos, uma tristeza para católicos (ainda mais por isso estar acontecendo em uma segunda-feira Santa) mas é um tragédia para os franceses. E o triste é que talvez eles nem tenham dimensão de tal tragédia. 
Não sobrará mada diz porta-voz da Catedral em Paris.

Luciana De La Vega
Todos os direitor reservados 2010 - 2015

Andressa Designs